RSS
 

‘Degustar Chocolates Quentes’

Degustar os Chocolates Quentes

05 Jun

 

 

 

Hoje trago-vos um artigo que segue ainda o tema que já tinha sido abordado por aqui: como degustar o Chocolate.

É um tema muito interessante a que voltámos e voltaremos em artigos futuros.

 

Os chocolates quentes devem ser apresentados à degustação à mesma temperatura e ao mesmo tempo.

Assim, a comparação entre os mesmos será muito mais facilitada.

 

A preparação dos chocolates quentes

 

Prepare sempre da mesma maneira os cacaus amargos em pó.

Adicione 2 colheres bem cheias de cacau (7 gr.), 2 colheres de café de açúcar (10 gr.) e 15 cl. de leite.

Leve a ferver e, em seguida, deixe arrefecer durante 5 minutos, antes de servir.

Para outros produtos em pó “para bebida”, proceda de igual forma, contando com 2 colheres de sopa do produto (30 gr.9 por cada 20 cl. de leite.

 

A preparação do serviço

 

Mergulhe o serviço para a prova de degustação (copos, tigelas ou taças) em água quente (ou coloque-o no forno a 60 º C).

Em seguida, seque-o.

Proponha aos convidados o chocolate servido no momento em copos, tigelas ou taças: assim poderão apreciar melhor o carácter aromático e cremoso do produto.

Coloque colheres pequenas à disposição.

 

A ordem da degustação – nome dos produtos, quantidades e temperatura

 

Comece pelos cacaus amargos mais fortes e aromáticos e prossiga para as bebidas instantâneas.

Não ofereça mais do que quatro ou cinco bebidas em cada prova.

Uma taça de 15 cl de chocolate é o suficiente.

A temperatura ideal é de 45º C – 50º C.

 

A degustação dos cacaus quentes

 

Prove os cacaus um por um e, de imediato, anote as suas impressões, escrevendo numa folha de papel (sabor rico, pobre, complexo, simples, amargo, demasiado açúcarado, etc.).

Depois de os ter provado todos, compare-os e classifique-os, por exemplo, por ordem de aroma, complexidade ou de qualquer outro critério.

Em seguida, proceda à classificação por ordem de preferência.

Para terminar, partilhem as vossas observações.

 
 
 
 
 

 
 

Boa degustação !

 
 
 
 

Fonte: “Os aromas do Chocolate” de Stéphan Lagorce
 
 
 

Share on Facebook

Veja também: