RSS
 

05 Fev

                      

A origem do chocolate remonta às civilizações pré-colombianas da América Central, onde os Maias e os Astecas já o consumiam há mais de 3 mil anos em forma de bebida quente e amarga.

A partir da época dos Descobrimentos, quando os espanhóis chegaram ao México, foi transportado para a Europa onde se popularizou especialmente a partir dos séculos XVII e XVIII. No entanto, de acordo com as necessidades climáticas para o cultivo do cacau, não é possível a sua plantação na Europa e por isso as colónias americanas de clima tropical húmido continuaram a fornecer a matéria-prima.

O chocolate é um alimento feito com base na amêndoa fermentada e torrada do cacau que, por sua vez, provém da planta cacaueiro e foi em tempos idos um produto de raro valor, usado como moeda de troca em várias transacções comerciais.

O cacau é uma baga amarela, sensilvelmente do tamanho de uma pequena banana e tem dentro cerca de 25 sementes brancas.

A receita primitiva dos Maias diz que se deviam separar as sementes brancas. Depois ficavam a fermentar, secar e a torrar ao sol. Só no fim eram moídas.

A pasta daí resultante era misturada com mel, farinha de milho e algumas especiarias, o que dava um líquido escuro, que era tratado pelos Maias e Astecas como um bem precioso, quase sagrado.

Mas desde aí o chocolate já evoluiu muito: a primeira grande inovação ocorreu logo no século XVI, quando os europeus lhe adicionaram o açúcar e especiarias para ficar doce.

Através da evolução dos processos industriais e das técnicas utilizadas na culinária, surgiu o chocolate com leite e depois na forma sólida. Actualmente, o chocolate é encontrado sob diversas formas que vão desde

  •  a forma sólida, como o chocolate em pó, as barras, os ovos, os bombons e
  •  a forma líquida, como o achocolatado ou chocolate quente.

 

Além de ser consumido puro, é também ingrediente de um grande número de alimentos como bolos (tortas, biscoitos, bolachas, etc.), mousses, gelados e outros doces.

Fonte: Wikipedia

Share on Facebook

Veja também:

 

Tags: ,

Deixe um comentário