RSS
 

05 Mar

 

 

Frios são os dias em que nos levantamos cedo para ir trabalhar e só retornamos ao ninho 9, 10, 11 horas após termos saído de manhã.

Frios são os dias em que uma mãe deixa o seu bébé aos cuidados de estranhos para poder ter o seu ganha-pão e voltar ao fim do dia, cansada mas ansiosa por vê-lo, por abraçá-lo, por beijá-lo, por embalá-lo, depois de talvez ter aturado maus modos, exigências, destratos, até faltas de respeito, quem sabe…

Frios são os dias em que o dinheiro não chega para um pequeno prazer que uma criança pede com olhitos doces… a mãe olha para a sua carteira, abre-a e, lá dentro, nada mais existe do que um vazio assustador que gela a alma, que a faz sangrar porque vai ter de apagar o sorriso instalado num rostinho inocente com uma frase cortante.  “Não tenho dinheiro” – dir-lhe-á !

Frios são os dias em que alguém se levanta para procurar trabalho e, tentativa após tentativa, dia após dia, mês após mês enquanto bate a várias portas, todas se fecham… apenas encontra recusa, apenas se sente deslocado na sociedade, no Mundo, apenas encontra de alma inconsolável rostos indiferentes à sua condição de sobrevivência… Meses passados não tem dinheiro para pagar as contas, não tem dinheiro para comer, deixa de ter dignidade, é preciso sobreviver… rouba, mata…

Frios são os dias em que alguém dorme debaixo da ponte, nas estações do metro, num vão de escada, debaixo de uns papelões num passeio de uma rua escura, junto a um caixote de lixo onde anteriormente procurou comida, roupa, algo que lhe faça “ganhar o dia” !

Frios são os dias em que alguém descobre que afinal não é forte, afinal é vulnerável a uma qualquer doença cruel e cobarde que é implacável e não perdoa. A luta é sempre desigual e, lamentavelmente, muitas e muitas vezes é uma luta perdida !

Há dias muito frios…

Uma só pessoa não pode mudar o Mundo, mas pode pensar e falar dos assuntos, não permitir que caiam no esquecimento, pode alertar, pode relembrar…

Quero oferecer algo a todos quantos vivem esses dias frios, quero oferecer uma das minhas bebidas preferidas que sempre tomo numa peça especialíssima para mim porque me foi oferecida por alguém a quem adoro.

A todos quantos sentem frio eu ofereço um Capuccino de Chocolate bem quentinho com imeeeeenso carinho.

Não resolverá nenhuma das situações anteriormente por mim citadas, eu sei. Mas é uma energia positiva que eu envio daqui a todos os que se encontram nessas condições.

Fiquem quentinhos.

Fiquem aconchegados. 

 

 

 

Share on Facebook

Veja também:

 
 

Deixe um comentário