RSS
 

08 Mar

 

Os animais são nossos amigos e, acredito, que não passe sequer pela cabeça de muitas pessoas a idéia de que dar um pouco de chocolate a um animal lhe vá provocar algum dano…

Pois é ! Engano seu ! Se tem um animal, fique de imediato informado (caso não soubesse) que o chocolate é nocivo para ele.

A substância denominada teobromina que está presente no chocolate, é venenosa em determinadas quantidades a animais como cães e gatos (especialmente filhotes), também a cavalos, papagaios e hamsters.

A origem do efeito devastador do chocolate sobre os animais está na lentidão com que o organismo deles dissolve a teobromina, que estimula o sistema nervoso central e também o coração o que faz com que a substância fique com uma elevada concentração no sangue.

Para ficar com uma ideia da concentração de teobromina, o chocolate de leite contém em média 1,32 mg por/kg, enquanto que o chocolate de culinária pode atingir as perigosas 11,7 mg/kg. Cerca de 1kg de chocolate de leite ou 146 gr. de chocolate de culinária são fatais a um cão que pese +/- 22 kg. A substância fica em média cerca de 17,5 horas no organismo do cão e, à medida que o tempo vai passando, ela vai sendo cada vez mais absorvida e vai causando diversos sintomas.

Nas primeiras 2 horas, podem obsevar-se diarréia, vómitos e também hiperactividade. à medida que a teobromina vai sendo cada vez mais absorvida, dá-se um aumento do batimento cardíaco o que pode causar arritmia, tremores musculares, aumento da produção de urina, hiperactividade e hiperexcitabilidade ou dores excessivas.

A concentração da teobromina no chocolate pode ser entre 3 e 10 vezes maior do que na cafeína (também altamente tóxica aos animais), por exemplo, e calcula-se a quantidade tóxica para o animal em cerca de 150 gr/kg enquanto que a quantidade letal anda à volta de 250 a 500 mg/kg. Estes são valores médios, pois existem testemunhos de sintomas de intoxicação como vómitos e diarréia com a ingestão de apenas 20 mg/kg, como  também há relatos de sintomas de efeitos cardiotóxicos com a ingestão de 40 a 50 mg/kg de chocolate.

A metabolização do chocolate e eliminação da teobromina pode levar cerca de 4 dias, facto que pode levar alguns animais a necessitarem de ficar internados sob vigilância médica. Se a ingestão tiver sido feita há pouco tempo, pode induzir o vómito administrando uma pequena quantidade de água oxigenada pela boca.

Atenção, este alerta estende-se também ao consumo pelos animais de chocolate em pó dissolvido no leite que potencialmente lhes pode ser oferecido. O efeito poderá ser drástico e não existe um antídoto.

Além do envenenamento, em última instância, também há que ter em consideração que o consumo de doces pelos animais provoca cáries, ao que existem empresas que desenvolveram chocolates especiais destinados aos animais. O segredo foi a anulação do açúcar e do cacau na composição desses chocolates.

Proteja o seu bicharoco, dê-lhe só e apenas comida própria e aprovada para a sua alimentação.

Share on Facebook

Veja também:

 

Deixe um comentário