RSS
 

11 Nov

Frio !

Era a única palavra que se conhecia naquela tarde numa Inglaterra do séc. XVI.
Ao olhar pela janela, podiam ver-se as árvores repletas de neve e todo o chão pintado de um branco macio.
Cá dentro, a lareira acesa com o fogo quente e ardente, as achas a crepitar numa linda tarde de Inverno !

Sozinha, com o som do silêncio, tinha decidido cozinhar…
Enfiei-me na cozinha com as minhas pantufas fofas e o meu robe de pêlo rôxo e coloquei mãos à obra !
Enquanto estava nos meus afazeres oiço bater à porta…

Assustada, passaram-me mil e uma coisas pela cabeça. A minha casa localizava-se num local de difícil acesso; só quem o conhece é que conseguiria chegar até ele devido à densa e encantada Floresta Negra.
Pego na faca da cozinha e subo as escadas… rapida mas cautelosamente, eu espreito sem ser vista pela janela do meu quarto.
Qual não é o meu espanto quando vejo meia dúzia de cavalos brancos e, neles montados, vejo 5 homens feridos mas armados…

No 6º cavalo vejo uma Mulher, uma Guerreira linda e charmosa, de porte imponente e altivo, real e poderosa mas… ferida.
Voltei a descer as escadas, desloquei-me rapidamente até à porta e abri.
Olhei para ela em cima do cavalo e ela disse:

“Boa Tarde, sou a Rainha Elizabeth I ! Eu e os meus homens acabamos de chegar da Guerra com a Armada Espanhola e estamos demasiadamente feridos para continuar a nossa viagem de volta para o Castelo. Peço a sua guarida ! ”

Sem pestanejar e sem hesitar deixei escapar um “ Claro que sim, Sua Alteza, seja benvinda à minha humilde casa ! ” – curvando-me em vénia respeitosa enquanto entrava…
O perfume que o forno emana desperta a atenção da Rainha que, de imediato, lhe dirige o olhar direccionando-o logo em seguida a mim…
Baixo o olhos e balbucio:

“ Sua Alteza, decerto que o que estou a cozinhar será demasiado simples para o paladar requintado da minha Rainha… no entanto, será uma honra ter a companhia de Sua Alteza à minha mesa para degustar esta tão simples e insignificante Pavlova. “ – baixei o meu olhar…

Um sorriso…

Foi o que aquele rosto plácido e alvo, de expressão firme e determinada, esboçou: ” Será um prazer comer algo depois de tantos quilómetros de estrada… “

Em frente a uns olhos curiosos e ávidos rapidamente coloquei a mesa com o melhor que tinha em casa e  servi-a.

O calor aconchegante da lareira, a mesa posta  e a visão de algo tragável fizeram com que Elisabeth I ou Isabel I, conhecida como a Rainha Virgem da Era Dourada,  se soltasse e me confiasse as suas memórias… Nem nunca pensei que uma Rainha tivesse a capacidade de ser tão conversadora com uma simples e insignificante súbdita do seu Reino.

Mas conversámos muito… Conversámos sobre o seu reino de Inglaterra e da Irlanda, sobre o seu pai, Henrique VIII, e sobre sua mãe, Ana Bolena… Também me falou de como tinha desposado o seu País, recusando sempre ter casado sem referir a causa dessa decisão, referiu-se também levemente a Robert Dudley, que eu sabia ser a sua paixão…

Ainda tocou no nome Maria Stuart, a sua perigosa rival e prima católica, nas batalhas, nas guerras que tinha liderado,  na guerra de onde vinha contra a Armada Espanhola que conseguiu derrotar e também no seu mais dificil teste durante a guerra dos 9 anos com a Irlanda, um dos problemas que manchou o seu registo.

Nunca ninguém de tão alta casta me tinha contado tanto de sua vida e, no entanto, fê-lo uma das mais poderosas, bem sucedidas e populares Monarcas da história da Inglaterra.

 

 

Com esta Pavlova de Chocolate, participo na 8ª edição do “Convidei para jantar”, originalmente criado pela Ana do blog  Anasberi e recebida desta vez pela encantadora Alice do blog Alice na Cozinha Maravilha, que escolheu o tema “Aristocracia” , um tema que me encheu totalmente as medidas.

 

 

Ingredientes:

 

  • 100 gr. de chocolate preto
  • 3 claras de ovo
  • 175 gr. de açúcar em pó + 50 gr.
  • 1 colher de chá de amido de milho (farinha Maizena, por ex.)
  • 1 colher de chá de vinagre de vinho branco
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • 200 gr. de natas
  • 1 laranja (raspa e gomos)

 

 

Preparação:

 

Ligue o forno a 180º.

Derreter o chocolate em banho maria ou no microondas, mexê-lo bem para ficar macio e deixar arrefecer um pouco.

Bata as claras em castelo bem firme.

Acrescente gradualmente o açúcar em pó e continue a bater até se formar um merengue espesso e brilhante.

Misture a farinha de milho com o vinagre e a essência de baunilha, e junte essa mistura ao merengue incorporando bem.

Junte agora o chocolate derretido e envolva-o ligeiramente até conseguir um efeito marmoreado.

Coloque papel vegetal num tabuleiro de ir ao forno (eu fiz no próprio tabuleiro do forno), vire o merengue cuidadosamente e espalhe mas não muito.

 

Assim que colocar o merengue no forno, baixe a temperatura para 150º C.

Deixe cozer durante 1h15min e vá vigiando, a meio do tempo baixe um pouco mais a temperatura, para 130º C, caso veja que está muito forte.

No fim do tempo desligue o forno e deixe o merengue arrefecer dentro do mesmo.

Entretanto bata as natas com 50 gr. de açúcar em pó até formarem picos suaves. Envolva a raspa da laranja nas natas.

Quando o merengue já estiver já frio, retire-o do forno e coloque as natas no centro sem as alisar demasiado.

Enfeite com os gomos da laranja.

 

 

O texto acima teve também a participação especial de Filipa Fernandes, a filhota que é profunda admiradora de Elisabeth I, desde que assistiu ao filme ” Elisabeth – A Idade de Ouro “, com Cate Blanchett e que, não possuindo um blog de culinária, quis no entanto deixar o seu contributo. :-)

Bom Apetite !

Share on Facebook

Veja também:

 

Tags: , ,

Deixe um comentário

 

 
  1. Margarida

    26 de Junho de 2014 at 13:04

    A história é linda :) e a Pavlova está com um aspeto delicioso :)
    Parabéns às duas, mãe e filha. 😉
    Bjinhos

     
  2. Helena Gonçalves

    20 de Novembro de 2012 at 21:14

    Olá Isabel, rainha dessa cozinha e Filipa princesa talentosa!
    Adorei este post, ainda bem que hoje vim passear por aqui com calma, pois isto tinha-me escapado!
    Belíssima participação e uma pavlova que se podia chamar Pavlova Rainha, pois até está coroada!
    Também gostei muito desse filme e se a Filipa se sentiu encantada por ele acho que talvez gostasse de ler Philippa Gregory que é autora de romances históricos maravilhosos, terminei de ler há pouco “A outra rainha” (Maria Stuart) e a saga dos Bolena… dependendo é claro da idade dela, pois é literatura para adultos.
    Muitos beijinhos para as duas.

     
  3. Conceição Campos

    16 de Novembro de 2012 at 23:01

    Oi amiga, passei p/ deixar bjsss e desejar um FDS maravilhoso.

     
  4. Kika

    16 de Novembro de 2012 at 21:27

    Isabel…

    Sem palavras que possam adjectivar o que vejo aqui…
    O texto… a envolvência… a escolha magnifica da Monarca, tudo tão bem cuidado…

    Parabéns por esta fabulosa participação, a tua pavlova está divina e ficaria muito melhor na minha mesa, sem dúvida ! 😉

    Beijocas

     
  5. Miúda

    16 de Novembro de 2012 at 13:24

    Confesso que adoro a combinação de chocolate e laranja!!!!! A sua receita de Pavlova ficou com um aspecto super delicioso, querida! Alem disso, ficou lindíssima na apresentação, muito elegante e leve como nuvem! Suas receitas são sempre perfeitas, Isabel! Muito obrigada!!!!! =)
    Um grande beijo e um forte abraço! =)

     
  6. Cucchiao pieno

    16 de Novembro de 2012 at 6:55

    Cara Isabel
    Para uma convidada tão especial, um doce mais especial ainda!
    Adoro pavlova e fiz uma muito parecida com essa, que tirei de um livro italiano com receita só de chocolate! Foi um dos doces melhores que já comi.
    A tua receita ficou com um aspecto maravilhoso.
    Bjim
    Léia

     
  7. Receitas de Sedução

    15 de Novembro de 2012 at 21:39

    Lindo texto! Parabéns à Filipa e à Isabel também que nos apresenta uma delicia de Pavlova. Deveria estar uma delicia! Ficou uma autêntica tentação!

    Beijinhos

    Aurea Sá

     
  8. Artesdamel

    15 de Novembro de 2012 at 21:31

    Isabel suas receitas são sempre perfeitas e belíssimas! É um prazer estar aqui, mas sempre fico com água na boca!
    Bjs
    Mel

     
  9. Romy

    14 de Novembro de 2012 at 8:58

    Adorei este post, até porque há dias assisti ao filme sobre a vida dessa Raínha. Parabéns pois está mesmo especial 😀
    Quanto à sobremesa, adorei é claro, ficou perfeita 😀

    Bjokas doces***

     
  10. Josy

    14 de Novembro de 2012 at 1:54

    Eba! Fiquei feliz de saber que estarás no pic nic da Léia
    Faça o favor de levar minha neta, dou colinho para as duas, ta heheh. Bjoquitas uma boa noite

     
  11. Duxa

    13 de Novembro de 2012 at 18:24

    Olá querida Isabel, que bonito texto e que bela participação, parabéns também para a Filipa:)
    A pavlova está linda, falta-me provar de chocolate que nunca provei.
    Um abraço grande com amizade.

     
  12. ANDRÉA

    13 de Novembro de 2012 at 17:50

    Querida Isabel,
    fiquei encantada com a sua postagem, viajei no seu ralato, parabéns!
    E parabéns pela escolha da sua convidada, com certeza amou a sobremesa, rsrs.
    Tudo perfeito, vc é demais, arrasou!

    Beijinhos ♥

     
  13. Thais

    13 de Novembro de 2012 at 17:33

    Querida Isabel.
    Nos estamos em sintonia….. a tua versao é maravilhosa.
    Parabens!!! Uma delicia…….
    E gostei do fato que voce coloca um pouco de maizena,nunca pensei nisso. a proxima vez eu vou fazer assim.
    Um abraço.
    Thais

     
  14. Formiguinha

    13 de Novembro de 2012 at 16:16

    Olá Isabel:)

    Mas que escolha magnífica! Não tive o prazer de ver o filme mas pelo relato que fizeste fiquei cheia de vontade de ver e quem sabe acompanhar com uma deliciosa pavlova de chocolate. Digna de uma rainha e digna de nós!
    Parabéns pela escolha e pela pavlova que ficou divinal:)

    Beijinhos

     
  15. Conceição Campos

    13 de Novembro de 2012 at 16:03

    Oi Isabel, amei a simplicidade da rainha Elizabeth, mas com certeza ela saboreou divinamente a pavlova que lhe foi oferecida.
    Amiga, a tua pavlova está digna de qualquer rainha….

    Bjsssssssssss querida.

     
  16. Sheila

    13 de Novembro de 2012 at 15:25

    Isabel minha linda, estou aqui de boca aberta encantada com o que acabei de ler..
    Eu simplesmente amei!
    Eu pude viver essa história aqui agora, imaginando as cenas como nos filmes de época que tanto adoro..
    Olha eu ficaria aqui tecendo milhões de elogios… porque amei..
    Parabéns pela receita que está linda.. mas mais uma vez queria dizer que o texto está encantador..
    Junção perfeita.. parabéns ao filhota também..

    Beijinhos no seu coração viu/

     
  17. Petiscos e miminhos

    13 de Novembro de 2012 at 14:24

    Parabéns pelo post Isabel, é realmente encantador!
    Adoro Pavlova, mas nunca comi de chocolate.
    beijinhos

     
  18. Paco

    13 de Novembro de 2012 at 12:56

    Buenos días, muchas felicidades por tan preciosa historia, como por el magnifico postre que nos has hecho. Toda una delicia para el paladar.

    Un beso Paco

     
  19. Cláudia Trindade (cady)

    13 de Novembro de 2012 at 12:34

    Amiga, parabéns para ti e para a tua filha, pelo lindo texto que escreveram… adorei!!
    Quanto á sobremesa, confesso que não é bem o meu género mas, apesar disso, posso dizer que está com um aspeto muito apetitoso e chamativo!!
    Beijoquitas

     
  20. Carlos

    13 de Novembro de 2012 at 8:22

    Adorei a tua participação, parabéns a Ti e à Filipa pelo contributo dela, a pavlova está espantosa, a decoração é digna de Sua Majestade Elisabeth I !

    O filme é excelente ! 😉

    Beijos

     
  21. Bombom

    12 de Novembro de 2012 at 23:34

    Parabéns, Isabel e também à filhota! Esta tua participação está espectacular! A introdução, o “suspence”, as histórias da História, e por fim, a mesa posta à Rainha com essa Pavlova que me fez perder o fio à meada! As fotos ficaram magníficas…Acho que no final deste desafio podem publicar um livro fantástico!
    Bjs. Bombom

     
  22. Josy

    12 de Novembro de 2012 at 22:24

    Querida filhota, desculpe-me meu atraso, esse final de semana foi pra mim, corrido por demais! Nossa, amei sua participação, adoro a história de Elisabeth, assisti o filme e me apaixonei. Pelo visto, Filipa tem sensibilidade como mamá, sabe apreciar um bom filme. Parabéns pela participação dela também. Ri muito, com a faca em punho assustada que estavas hehe.
    Amei a pavlova, uma sobremesa da qual nunca farei, tentei uma vez, e tive uma enorme decepção, adoro esse doce, mas não me arrisco. A sua ficou lindissima e muito bem decorada com suas mãozinhas de fada sabem fazer. Beijinhos, ótima semana pra vc e Filipa

     
  23. Anabela

    12 de Novembro de 2012 at 18:21

    Isabel, adorei, mas adorei mesmo muito este post ! Parabéns, minha querida amiga !!!
    Desde o texto à receita nota máxima de empenho, originalidade e docura !!!
    Já tenho feito algumas das tuas sobremesas e ficam uma delicia, esta será mais uma para experimentar, fantástica !
    Obrigada pela partilha maravilhosa das tuas receitas, quer aqui quer agora no teu outro cantinho que eu tanto adoro.
    Desculpa as visitas serem agora tão poucas, mas o tempo não chega para tudo, no final do mês quando as rubricas acabarem já tudo voltará ao normal.
    Obrigada pelo teu carinho.
    Um grande beijinho e boa semana.

     
  24. Ginja

    12 de Novembro de 2012 at 18:09

    Olá isabel :)
    Adorei o teu texto (e da tua filha! que bom é a participação dela nestas andanças!). E o robe roxo e a faca de cozinha em punho, hehehe.
    Uma maravilhosa e épica escolha. Vou ver se vejo o filme.
    E a pavlova que apresentaste à rainha não tem nada de simples e insignificante. tem sim muita elegância e doçura. Uam sobremesa super requintada e que ela apreciou com toda a certeza amiga.
    Ficou linda a tua pavlova de chocolate :) Linda!!
    Parabéns e boa semana.
    Um beijinho.

     
  25. Eulália

    12 de Novembro de 2012 at 17:38

    Parabéns pela história! Parabéns pela pavlova! E parabéns à pasteleira e à sua filhota pelo seu excelente contributo!
    Beijinhos

     
  26. Gina

    12 de Novembro de 2012 at 17:36

    Querida Amiga Isabel.
    Que delicia de texto, que post tão encantador e lindo como a história dessa grande dama. Que Construção de idéias maravilhosas mixando a tua história, a imagem da rainha e o tempo decorrido.
    Amiga, esta tua filhota Filipa vai longe a ver pela participação, fiquei encantada, pois adoro jovens interessadas em história em cultura em realidades. Diga a ela que já tem uma fã!
    Quanto a esta Pavlova,,, ela é realmente digna de uma rainha, rei, comitiva,enfim de todo um reinado!
    Lindissíma na apresentação, Gostosissíma no sabor
    Uma Pavlova para a rainha Elizabeth da Isabel a rainha do Chocolate .
    Boa semana e beijinhos da Gina.

     
  27. Joana

    12 de Novembro de 2012 at 14:45

    Ai Isabel que maravilha!!!
    (Eu bem digo que vir aqui é ficar com os olhos arregalados)!!
    A pavlova está magnífica!
    E a convidada é uma maravilha!! :) Muitos parabéns a filhota pela ajuda :)
    Um beijinho grande

     
  28. Marisa Valadas

    12 de Novembro de 2012 at 14:13

    Olá :)
    Que sobremesa… até fiquei de queixo caído! IMpressiona qualquer um

    Boa semana
    Marisa
    http://sweetmykitchen.blogspot.pt

     
  29. Mané

    12 de Novembro de 2012 at 13:37

    Isabel
    Logo a Isabel II… puxa que convidada, só mesmo uma pavlova para sua majestade.
    Beijinho

     
  30. Lena Santos

    12 de Novembro de 2012 at 13:32

    Lindissimo……… tanto a história como a sobremesa
    Fez-me sonhar um pouco, queria ser eu a rainha Elizabeth para poder saborear essa magnifica pavlova.
    Muitos parabéns Isabel

    Beijinhos e boa semana

     
  31. Paula Marques

    12 de Novembro de 2012 at 12:05

    Bom dia Isabel,

    Uma partilha historica interessante – obrigada

    hummm a pavlov está com aspeto delicioso

    beijocas e boa semana
    Paula

     
  32. Léia

    12 de Novembro de 2012 at 11:56

    Isabel minha amiga tão amada.Desta vez você judiou de mim.Fiquei aqui babando sobre esta imagem.Minha boca ficou cheia de água, estou a engolir a vontade dessa delicia.Arrasou, como sempre.Achei genial essa idéia da Ana, vocês estão fazendo lindamente.Parabéns querida.
    Beijos, tenha uma semana de muitas boas noticias e repleta de bençãos.

     
  33. Alice

    12 de Novembro de 2012 at 10:38

    Querida Isabel, muito obrigada pela tua participação tão encantadora, adorei tudo!! O texto está fantástico, a história e o enredo que criaste para receber sua Majestade em tua casa é delicioso! E ainda mais deliciosa é essa pavlova de chocolate, tão linda e tão tentadora!
    Os meus parabéns também à filhota pelo contributo especial:)
    Um grande beijinho e boa semana!

     
  34. Histórias e Aromas

    12 de Novembro de 2012 at 10:09

    Adorei o filme e adoro esta receitinha mais boa :)
    Que delicia amiga!!!
    Beijinho!

     
  35. Ana Alexandra

    12 de Novembro de 2012 at 10:04

    Bem que delicia

     
  36. What's for dessert?

    12 de Novembro de 2012 at 5:50

    It looks great and very refreshing with oranges.

     
  37. Renata

    12 de Novembro de 2012 at 1:45

    Lindo texto e essa pavlova está digna de rainha mesmo!
    Parabéns pela bela participação!

     
  38. oslaine

    11 de Novembro de 2012 at 23:49

    Oi Isabel, que texto encantador! Olha esta pavlova de chocolate eu ainda preciso fazer um dia destes, já fiz aquela branca com chantilly e morangos que fica também deliciosa.
    A sua pavlova de chocolate ficou lindíssima e com certeza deliciosa pelo visual!
    Beijos, Oslaine

     
  39. Ana Pardal

    11 de Novembro de 2012 at 23:23

    delicioso!!!bela introdução e que linda pavlova.muitos parabéns

     
  40. Catarina Sá

    11 de Novembro de 2012 at 21:47

    Uma participação de luxo!! Adorei o texto e então essa pavlova está um arraso!

    beijinhos e boa semana!

     
  41. Filipa Mota

    11 de Novembro de 2012 at 21:13

    Muito bem :) Está tudo 5 estrelas.

     
  42. Guloso e Saudável

    11 de Novembro de 2012 at 20:47

    Oi Isabel,
    Que interessante texto, visita, que linda e deliciosa Pavlova, adorei.
    Beijo,
    Vânia

     
  43. Filipa

    11 de Novembro de 2012 at 19:34

    E eu sou a privilegiada que pode comer todas as receitas da mãe, estava deliciosa ! Secalhar não vai chegar para a Rainha ahah

     
  44. M.

    11 de Novembro de 2012 at 19:32

    isabel e Filipa, que pavlova maravilhosa, tão majestosa quanto a rainha!!! Belíssimo post!
    Beijinhos, bom domingo!
    Madalena

     
  45. paula

    11 de Novembro de 2012 at 19:19

    Olá, Isabel!

    Que estória linda! Por momentos parecia mesmo que a rainha estava aí à tua porta!…
    A pavlova pareceu-me perfeita e deliciosa, parabéns!
    Bjs
    Paula

     
  46. Cris Uchôas

    11 de Novembro de 2012 at 19:08

    Isa,

    Viajei na sua história ou melhor na história dessa bela dupla Mãe e Filha.
    Também sou super fã do filme Elizabeth com a Cate Blanchett e não tenho dúvida que a Rainha sentiu-se revigorada depois de experimentar essa delícia de pavlova.
    Parabéns!

     
  47. Maria Santarino Martins

    11 de Novembro de 2012 at 18:54

    Querida Isabel, a tua convidada e toda a historia que a envolve, a dinastia dos Tudors, a sua mae Ana Bolena, e a forma como foi condenada pelo seu marido, e tudo fascinante para mim.
    A pavlova, bem, essa nem quero olhar muito pois ainda vou para a cozinha copiar e la vao mais uns quilitos 😉
    Adorei, adorei, adorei. Uma participacao fabulosa e muito cuidada. Parabens.
    Beijinhos
    Maria

     
  48. Paula - Executiva de Panela

    11 de Novembro de 2012 at 18:30

    Isabel, que coisa mais linda é essa pavlova??? Ahhh até se a rainha não quisesse, eu queria sim saborear esta guloseima, num chalé, numa Floresta Negra encantada, em um dia de frio! Beijo, Paula

     
  49. Addicted

    11 de Novembro de 2012 at 18:29

    Adoro pavlova, e a tua ficou com um aspecto maravilhoso!
    beijinhos e bom domingo,
    Addicted
    http://cookaddiction.blogspot.pt/

     
  50. Fernanda Oliveira

    11 de Novembro de 2012 at 18:03

    Querida Isabelinha,
    Adorei o teu post. Concorres e muito bem e só podes ficar muito bem classificada.
    Adorei a narrativa parabéns á tua Filhota, pois tem muita imaginação. Quem sai aos seus… :)
    Adorei o aspeto do doce deve ser uma delícia e é daqueles a que eu não me atrevo. 😀
    Adorei tudo!
    Beijocas grandes

     
  51. Rosa Santos

    11 de Novembro de 2012 at 17:38

    Olá Isabel!
    Que escolha linda!! A nossa amizade é virtual, mas considero-te uma, Bolema. Já li muito sobre essa grande rainha que soube ser digna e responsável.
    O texto e o post estão lindos e a Pavlova, que digna de Sua Alteza Real.
    Sou apaixonada por cinema e a Cate Banchett é das minhas actrizes preferidas. O filme foi expectacular.

     
  52. Márcia

    11 de Novembro de 2012 at 17:27

    Wow! Uma sobremesa digna de uma rainha ,principalmente de uma tão especial como Isabel I. Lindo o texto e linda também esta pavlova,que ainda não senti coragem de experimentar. Talvez seja agora,amiga,uma vez que consegues sempre inspirar-me com as tuas delícias.
    Bj
    Márcia

     
  53. Sobremesas de Domingo

    11 de Novembro de 2012 at 17:18

    Olá Isabel.
    Bem que sobremesa tão airosa! Adoro as cores, adoro a pavlova, só falta provar.
    Mas dessa não vai ser possível, só posso dizer que está maravilhosa.

    Beijinhos, e bom domingo.