RSS
 

29 Jul

 

Um fim de semana passado em pleno Alentejo…

Que lindas localidades temos…

Que boa comida, que paz e tranquilidade se encontram em estradas de perder a vista sem um único carro na frente…

O som do silêncio, o canto dos besouros nocturnos, a dança das rãs nas margens dos lagos num coaxar intenso em noites de calor…

E as festas… ah, as festas com as gentes, as danças, as casas brancas e amarelas, brancas e azuis… o monte…

Que pena que amanhã é dia de trabalho ! :-(

Que pena que não me saíu o euromilhões, ou teríamos permanecido por mais tempo usufruindo da boa hospitalidade alentejana !

O Alentejo vale muito a pena de facto !

 
 

Bom, de regresso à “vida real”, trago hoje um artigo onde se tecem algumas considerações acerca do chocolate de cobertura ou couverture, como é também conhecido.

A palavra francesa couverture  ( em Portugal, cobertura ) é utilizada para designar um produto de chocolate com um teor total de gordura mais elevado, para ser utilizado em culinária ou para fazer bonbons.

Neste caso, as normas legais são diferentes das aplicáveis ao chocolate comestível ou bebível.

Existem 3 tipos diferentes de chocolates de cobertura:

 

Chocolates de Cobertura (cobertura escura)

 

Estes devem conter , pelo menos, 35%´de sólidos de cacau com 31 % de manteiga de cacau.

 

Chocolate de Leite de Cobertura

 

Ao contrário da cobertura escura, neste o teor de 31 % de gordura pode ser composto por manteiga de cacau e gordura láctea.

 

Chocolate de Cobertura Branco

 

A estes aplicam-se os mesmos requisitos que ao chocolate branco, ou seja, pelo menos 20% de manteiga de cacau e 14% de leite ou produtos lácteos.

 

Também aqui, existem disposições específicas para determinados países, como é o caso do chocolate de cobertura  italiano com avelãs, gianduja, que deve conter não menos de 15 gramas e não mais de 40 gramas de avelãs finamente moídas por cada 100 gramas de produto.

Não existem normas para o termo “chocolate de culinária”, que deve ser um chocolate contendo entre 50 e 60% de sólidos de cacau e cerca de 20 a 25% de manteiga de cacau. É utilizado em culinária mas, ao contrário do chocolate de cobertura, não é adequado para cobrir ou decorar bonbons.

Existe ainda a ” cobertura de manteiga ” vulgarmente utilizada em culinária. É mais fácil de trabalhar do que os chocolates de cobertura mas não oferecem a qualidade do chocolate.

 
 
 

Fonte: “O Guia do Chocolate” – Tobias Pehle e Yara Hackstein

 
 
 

Share on Facebook

Veja também:

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

 

 
  1. Catarina Sá

    31 de Julho de 2012 at 21:43

    Nunca fui ao Alentejo mas já vi imagens e quem sabe um dia irei lá pois acho um sítio lindíssimo.
    Obrigada pelas visitas :)

    beijinhos

     
  2. Ginja

    31 de Julho de 2012 at 10:48

    Olá querida Isabel,
    parecem ter sido dias fabulosos. Adoro o Alentejo, desde o interior até à costa vicentina. As paisagens e a gastronomia e as gentes são fabulosas.
    No ano passado endei por Marvão, Castelo de Vide e Portalegre que ainda não conhecia. Este ano se me recompuser e sentir com mais forças quero ir até lá, acho que me irá ajudar a relaxar e descansar :)
    Obrigada pelas dicas de chocolate.
    E pelos comentários sempre tão carinhosos. Estou um pouco melhor, aos poucos. E menos pálida depois de um dia de praia bem passado :)
    O meu Cenoura e o meu Ezequiel mandam ronrons à Kika e Mel.
    Beijinhos.

     
  3. Anabela

    30 de Julho de 2012 at 21:40

    Olá minha querida Isabel !
    Acho que ainda não lhe disse que adoro chocolate, tenho aprendido muito consigo. Obrigada pelas dicas maravilhosas.
    Também adoro o Alentejo, adorava ter um monte alentejano, só consigo imaginar muitas flores e arvores junto da casa, uma cadeira de baloiço e uma rede. Uma sala enorme com lareira para jutar a familia no Natal…Quem sabe um dia…
    Beijinhos e obrigada pelo seu carinho.

     
  4. ANDRÉA

    30 de Julho de 2012 at 21:14

    Olá Isabel,
    adoro viajar principalmente de carro pra ver as paisagens, adorei o seu relato.
    Chocolates são tentadores, gostei muito do seu post, muito esclarecedor!

    Beijos e ótima semana!

     
  5. Ana Aparício

    30 de Julho de 2012 at 20:04

    Olá

    Eu ando a contar os dias para ir de férias e este ano vai ser diferente, vamos passar uma semana ao Alentejo, costa vicentina, zona de Porto Covo, mas vamos fazer campismo, o meu pequenino estava sempre a pedir-nos para fazer campismo, anda eufórico.

    Já aprendi mais um bocadinho sobre chocolate com o teu post.

    Beijinhos

     
  6. Josy

    30 de Julho de 2012 at 16:51

    Olá Isabel querida, o seu relato no começo do post me fez viajar com voce, fico aqui imaginando o quanto de beleza tem em Alentejo, ouço falar maravilhas. Descansou bem e em um lugar lindo, isso realmente vale a pena. Essa foto do chocolate me deu verdadeira água na boca. E o que aprendi hoje, muitas coisas desconhecia.Estamos aqui sempre pra viver e aprender. Excelente post. Beijinhos uma ótima semana

     
  7. cristiana

    30 de Julho de 2012 at 15:26

    olá Isabel e cá estou eu a retribuir a visitinha que fez ao meu cantinho o meu Alentejo é lindo e o meu litoral alentejano desculpem os outros sitios mas é magnifico sou muito babosa com o meu cantinho como costumo dizer vivo no paraíso, ainda bem que gostou beijinhos e até breve.

     
  8. Lala Ratonita

    30 de Julho de 2012 at 14:49

    Completamente de acordo! O nosso pais é lindo!!! Nós (ou melhor alguns de nós) é que damos cabo dele…
    Quanto às coberturas de chocolate; é sempre bom aprender. E aqui aprendi já tanta coisa sobre esse delicioso produto…!
    Bjs dos Ratinhos Cozinheiros

     
  9. Mané

    30 de Julho de 2012 at 7:46

    graças a Deus que temos trabalho :) ;), assim podemos estar em festa e ir mais vezes à festa.
    Uma boa semana
    Bjs
    PS já estou a ver a Mel :), logo vou mostrá-la ao Mel

     
  10. Irene Nagase

    29 de Julho de 2012 at 22:54

    Oi Isabel,
    Adoro passar por aqui, pois sempre aprendo muito com as suas novidades, dicas, etc…
    Que foto é essa??? Chocolate MARAVILHOSO!!! Cremoso e brilhoso… Nossa!!!
    Grande beijo e uma ótima semana, Irene

     
  11. diogo

    29 de Julho de 2012 at 22:18

    Eu também adoro o alentejo! Especialmente a costa, para mim é muito linda e relaxante :)

    Adoro também chocolate! hehe

    Obrigado pelas dicas, sempre a aprender :)

     
  12. Guloso e Saudável

    29 de Julho de 2012 at 20:49

    Oi Isabel,
    O simpático e agradável Alentejo, parte da família de meu marido e do Alto Alentejo…
    Ótimas informações, pela descrição entendesse que o chocolate de cobertura branca não tem cacau, o nome deveria ser somente cobertura branca?!
    Beijo,
    Vânia

     
    • Isabel

      30 de Julho de 2012 at 8:33

      Olá Vânia,

      Obrigada pelo seu comentário ! :-)

      O chocolate branco é o que menos benefícios traz à saúde devido ao facto de a sua composição advir a partir da manteiga de cacau somente e não possuir qualquer percentagem de anti-oxidantes. Ele não contém massa sólida de cacau (pasta de cacau) e nem é feito a partir do fruto mas sim da gordura que se extrai ao prensar esse mesmo fruto.

      Porém, ao chamá-lo de cobertura branca poder-se-ia correr o risco de o confundir com chantilly ou um simples creme de pasteleiro e, como a sua composição é bem diferente destes dois que citei, acredito que chamá-lo de “chocolate branco” não ofenderá o verdadeiro Chocolate, desde que estejamos informados acerca das suas reais propriedades.

      Beijinhos, boa semana

       
      • Marly

        31 de Julho de 2012 at 22:44

        Interessante, de Portugal tenho vontade de conhecer: o Alentejo, Sintra, Lisboa e Coimbra, tudo por conta das recomendações ouvidas (ou lidas!), rsrs.
        Já o chocolate, de cobertura ou não, é delicioso!

        Beijo