RSS
 

Posts Tagged ‘chocolate de leite’

MADALENAS COM CHOCOLATE DE RACHEL ALLEN

12 Mai

Madalenas3

 

Madalenas com Chocolate

 

O grupo “Quinze Dias Com” celebra o seu 1º aniversário no próximo dia 16 de Maio e convida-nos, nesta quinzena, a trazermos para a mesa da festa uma receita de um Chef à nossa escolha.

Este é um projecto que convida um Chef a passar a quinzena connosco e desafia-nos a colocar em prática as suas receitas ! Pela parte que me toca gostaria de ter participado muitas mais vezes do que as que consegui participar, mas por uma razão ou por outra não me foi possível !

 

Aniversário Grupo

 

 

A minha escolha recaíu na Rachel Allen, Chef que muito admiro pelo relacionamento descontraído e feliz que tem com os alimentos e assim aproveitei para pôr em prática umas Madalenas com Chocolate, cuja receita estão no seu livro “Cake” !

É com estas Madalenas, uns leves e deliciosos bolinhos que animam qualquer mesa de aniversário, que canto os meus Parabéns ao grupo e à sua mentora, a Susana. Desejo continuação de muito sucesso e que muitos mais Chefs possam estar connosco no decorrer dos desafios.

 

 

Madalenas4

 

 

Ingredientes:

  • 1 ovo grande
  • 50 gr. de açúcar refinado
  • 50 gr. de farinha de trigo
  • 1/4 de colher de chá de fermento em pó
  • 50 gr. de manteiga derretida
  • 1/2 colher de chá de essência de baunilha
  • açúcar em pó para polvilhar

 

 

 

Madalenas1

 

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º C.

Unte com manteiga e polvilhe com farinha os moldes para confeccionar as madalenas.

Coloque o ovo e o açúcar na tigela da batedeira e ligue-a em alta velocidade durante cerca de 5 minutos, até que a mistura esteja pálida, grossa e parecida com uma mousse.

Peneire a farinha e fermento para dentro da mistura anterior e envolva cuidadosamente.

Misture a essência de baunilha com a manteiga derretida e junte ao preparado, tendo o cuidado de não mexer demasiado.

Verta a mistura em cada forma de madalena, quase até ao topo e leve ao forno por cerca de 12/1q5 minutos, ou até dourar levemente e a massa ficar elástica ao toque. Não as deixe cozer demais ou ficarão muito secas.

Retire do forno e remova cuidadosamente cada madalena com a ajuda de uma faca. Em seguida coloque-as numa rede para arrefecerem, ou então coma-as morninhas com açúcar em pó !

 

 

Madalenas5

 

Bom Apetite e Felicidades ! 🙂

 

Madalenas2

 

Fonte: livro “Cake” de Rachel Allen

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook

Veja também:

 

CRUMBLE DE MORANGOS, CHOCOLATE E MAÇÃ REINETA

01 Mai

Crumble de Morangos1

 

Crumble de Morangos, Chocolate e Maçã Reineta

 

Um Crumble é uma sobremesa sempre deliciosa e a que dificilmente resistimos aqui em casa !

Então se for um Crumble com ingredientes nossos favoritos, poderão facilmente imaginar que o dia até correrá melhor para nós, que tivemos o prazer de o degustar…

Morangos, chocolate, avelãs, maçãs, gengibre…

Uma combinação fabulosa que deu origem a um manjar para um belo dia, ainda que cinzento aqui pela zona !

E enquanto tomávamos o gosto a cada colherada, eis que ouvíamos no rádio um tema cuja letra pertence à minha poetisa de eleição:

 

“Ser poeta é ser mais alto, é ser maior 
Do que os homens! 
Morder como quem beija! 
É ser mendigo e dar como quem seja 
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!
 
É ter de mil desejos o esplendor 
E não saber sequer que se deseja! 
É ter cá dentro um astro que flameja, 
É ter garras e asas de condor! 
É ter fome, é ter sede de Infinito! 
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim… 
É condensar o mundo num só grito! 
E é amar-te, assim, perdidamente… 
É seres alma, e sangue, e vida em mim 
E dizê-lo cantando a toda a gente!” 

 
Florbela Espanca
 
 

 Crumble de Morangos4

 

Ingredientes:

 
RECHEIO:

  • 350 gr. de morangos lavados e cortados em 4
  • 2 maçãs reinetas grandes descascadas e fatiadas
  • 100 gr. de chocolate branco partido em pedaços
  • 100 gr. de chocolate de leite partido em pedaços
  • 1 cálice de Vinho do Porto
  • 1 colher de chá de gengibre em pó

 
COBERTURA:

  • 100 gr. de avelãs picadas grosseiramente
  • 100 gr. de açúcar amarelo
  • 150 gr. de farinha
  • 100 gr. de manteiga gelada cortada em cubinhos

 

Crumble de Morangos2

 

Preparação:

 
RECHEIO:

Arranjar os morangos, lavar e cortar em 4 partes cada (ou em 8 se forem grandes) e colocá-los numa taça.

Descascar e descaroçar as maçãs reineta, fatiá-las e colocá-las na taça dos morangos.

Regá-los com o Vinho do Porto e deixar ganhar gosto durante uns minutinhos.

Partir o chocolate branco e o chocolate de leite em pedaços bem pequeninos (ou picá-los grosseiramente na picadora).

Colocar as frutas numa forma de tarte redonda, juntamente com o liquido.

Espalhar os Chocolates por cima da fruta e polvilhar com o gengibre em pó.

Reserve.

 

COBERTURA:

Se as suas avelãs tiverem pele, coloque-as a tostar 10 minutos no forno e depois envolva-as num pano de cozinha e esfregue-as até soltarem a pele.

Pique-as grosseiramente.

Junte as avelãs com a farinha, o açúcar e a manteiga e trabalhe esta massa com a ponta dos dedos até conseguir uma massa esfarelada.

Espalhe este preparado por cima da fruta e leve ao forno durante cerca de 20 minutos.

Sirva morno ou frio, simples ou com uma bola de gelado !

 

Crumble de Morangos3

 
 

Bom Apetite !
 
 
 
 
 
Ainda se lembra ?

Não ?

Ora espreite:

 

Strudel de Chocolate e Amêndoas

Tarteletes de Chocolate e Framboesa
 
 
 
 
 
Fonte: “Receitas Low Cost – Doces” – uma compilação do Grupo Impala
 
 
 
 
 
 

Share on Facebook

Veja também:

 

Chocolate de Leite

10 Out

 

 

 

Voltamos à rubrica “Sempre a Aprender”, com uma introdução ao Chocolate de Leite, dando continuação ao artigo anterior em que tínhamos abordado o tão amado Chocolate Negro.

Chegou a vez do Chocolate de Leite tomar o seu lugar neste desfile e é dele que hoje irei falar.

 

Quando os nomes da indústria anunciam na televisão os seus chocolates favoritos, mostram sempre o mesmo mundo virtual com vaquinhas satisfeitas pastando em prados luxuriantes, ou jarros de onde flui leite fresco e o chocolate de leite é produzido.

Ora, a indústria da confeitaria está, de certo modo, a induzir o espectador em erro pois o chocolate de leite não é feito a partir de leite liquido mas sim de leite em pó !

Esta invenção deve-se ao empresário suíço, Henri Nestlé, fundador da Nestlé, hoje um dos mais importantes grupos do mundo na área da doçaria. Em 1867, Nestlé inventou uma forma de fazer leite em pó como substituto do leite materno.

Entre os seus amigos, contava-se o chocolateiro Daniel Peter que, de  imediato, começou a fazer experiências com o leite em pó.

Em 1875 conseguiu que o primeiro chocolate de leite de sabor agradável visse a luz do dia, e a Suiça ascendeu à posição de líder mundial do chocolate de leite.

A Nestlé e a Lindt são, ainda hoje, dois dos maiores fabricantes deste popular tipo de chocolate na Suiça.

 

DIFERENÇAS DE QUALIDADE CONSIDERÁVEIS

 

Devido à presença do leite, o chocolate de leite tem uma cor mais pálida e uma consistência ligeiramente mais branda do que o chocolate negro, mas a principal diferença é ser, normalmente, muito mais doce. É isto que o torna tão popular, especialmente entre as crianças. Como o teor de açúcar é, com frequência, relativamente alto e o teor de cacau normalmente baixo, pode ser vendido a um preço mais económico do que o chocolate negro.

No entanto, seria errado concluir que o chocolate de leite é sempre um produto barato. Tal como o chocolate negro, tudo depende do tipo de sementes utilizado, da percentagem de teor de cacau e dos métodos de produção – e, evidentemente, da qualidade dos produtos lácteos.

Consequentemente, existem consideráveis variações de qualidade no seio do mercado de massas. Os Suíços e os Belgas, em particular, posicionaram-se como garantes da qualidade. Porém, tal com no resto do mundo do chocolate são, mais uma vez  sobretudo, as empresas mais pequenas e normalmente jovens que estão a ganhar notoriedade com o chocolate de leite de grande qualidade.

Ao contrário das grandes firmas do sector, utilizam sementes de Trinitario e, até, de Criollo, por vezes com um teor de cacau superior a 60 % para fabricarem chocolate de leite, tal como fazem para o chocolate simples.

No entanto, para os gastrónomos dispostos a desembolsarem mais por um chocolate de leite especial existem outras alternativas disponíveis: chocolate feito com tipos especiais de leite.

Nalgumas lojas especializadas e em “boutiques” de chocolate podem encontrar-se produtos feitos com leite de ovelha e de cabra, ou mesmo com leite de búfala (absolutamente delicioso).

Qualquer pessoa que as prove, notará uma clara diferença relativamente ao chocolate feito com leite de vaca, porque o sabor é realmente invulgar.

 

 

 

Fonte:O Guia do Chocolate” – Tobias Pehle e Yara Hackstein

 

Share on Facebook

Veja também: