RSS
 

Posts Tagged ‘pistachios’

PÃO “PULL APART” DE CHOCOLATE E MALAGUETA para o “World Bread Day” 2013

16 Out

Pão Chocolate10

Pão “Pull Apart” de Chocolate e Malagueta para o ” World Bread Day ” 2013

 

 

Em 2012, o ” World Bread Day ” passou por mim e eu não tive a oportunidade de me juntar ao imenso desfile de deliciosos pães que se mostraram. Este ano fui atempadamente lembrada para participar e, assim sendo, não deixei escapar a oportunidade de estar presente neste evento que já vai na sua 8ª edição e  que tem como objectivo homenagear e dar a devida importância ao “pão nosso de cada dia”.

No Dia Mundial da Alimentação e do Pão, centenas de “bloggers” elaboram e apresentam uma receita de pão, dando assim o seu contributo ao evento.

 

Fazer pão está entre uma das coisas que mais gosto no Mundo da Culinária, além dos doces !

O aroma quente do pão acabado de sair do forno… humm… esta imagem desperta os sentidos e aviva-nos a memória de momentos simplesmente deliciosos.

Mexer na massa, senti-la alterar-se à medida que a vamos amassando, vê-la crescer e transformar-se em belíssimos pães por acção do calor, é pura alquimia e dá-me grande prazer fazer parte de todo esse processo…

Nem sempre a coisa corre bem, é certo, mas entre experiências mais ou menos bem sucedidas, a verdade é que já me orgulho de ter feito alguns bem deliciosos, mesmo que visualmente não tão apelativos como tantos outros que tenho visto por outras cozinhas  !  🙂

 

 Pão Chocolate7

 

A História do Pão e da Humanidade caminham a par e passo.

Existem mesmo indícios de que foi o primeiro alimento produzido pelo Homem, há cerca de 12 mil anos atrás.

Aos egípcios atribui-se a criação do fermento e a cozedura no forno e aos romanos a da primeira escola de padeiros e a expansão do pão pela Europa.

 
 

“O pão é um produto alimentício resultado do cozimento de farinha com água e sal. 

O pão é muito simples de fazer. Podem utilizar-se as seguintes proporções básicas: 40% de peso em água; 58% de peso em farinha (este pode-se desdobrar em 75% de farinha de trigo+25% de farinha integral à escolha); 1% de peso em fermento de padeiro; e 1% de peso em sal. Amassa-se tudo e deixa-se levedar durante 2 a 3 horas num local ameno, coberto com um pano e vai ao forno.

As condições ideais para fermentar a massa são 26 °C (24 a 27 °C) de temperatura e uma humidade relativa do ar entre 70 a 75%. Com ar mais seco forma-se uma crosta sobre a massa fermentada prejudicando a fermentação e reduzindo a qualidade do pão.

A temperatura de referência para cozer pão é de 240 °C. No entanto, a temperatura deverá ser ajustada em função do tamanho dos pães a cozer. Pães grandes com temperaturas altas irão formar uma côdea espessa antes de cozer o interior. Uma temperatura mais baixa (200 °C) permite cozer mais uniformemente. Pães pequenos com temperaturas altas perdem toda a água e o pão fica seco como as “carcaças”.

Mais recentemente surgiram no mercado máquinas caseiras de fazer pão. Elas amassam, levedam e cozem o pão sozinhas e permitem programar a hora de pão quente. A preparação leva menos de 5 minutos, o tempo necessário para a colocação dos ingredientes.” 

 

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A3o

 

Deixo aqui o link de um artigo que achei que deveria partilhar de um trabalho desenvolvido por alunos de uma escola básica, onde a história do pão é relatada de forma muito interessante. 🙂

 

Pão Chocolate12

 

Desta vez decidi fazer pão em modo “Pull Apart Bread”, ou seja, cortado aos pedaços e acomodado assim mesmo dentro de uma forma, para que, depois de cozido, possamos puxar bocadinho por bocadinho e ir comendo.

Já vi várias receitas executadas desta forma invulgar e, portanto, decidi experimentá-la para este evento.

Na próxima sairá melhor ! 🙂

 

Ingredientes:

 

  •  250 ml de água
  • 3 colheres de sopa de óleo de girassol
  • 1 + 1/2 colher de chá de sal
  • 1 colher de chá de piri-piri
  • 1/2 colher de chá de canela em pó
  • 75 gr. de chocolate negro com 85% de cacau, ralado (usei da Lindt)
  • 1 colher de sopa de cacau em pó
  • 300 gr. de farinha de trigo T65
  • 100 gr. de farinha de milho
  • 2 colheres de sopa de melaço
  • 1 colher de chá de fermento biológico seco
  • 1 chávena de chá de pistachios ralados grosseiramente

 

 

Pão Chocolate11

Preparação (parte do processo na MFP):

 

Tire a cuba da máquina e encaixe a pá misturadora.

Coloque na cuba, pela ordem seguinte, a água, o óleo, o sal, o piri-piri, a canela, o chocolate preto ralado, o cacau em pó.

Seguidamente a farinha de trigo e a farinha de milho, o melaço e por fim o fermento seco.

Encaixe a cuba na máquina, feche a tampa e programe para o ciclo que mais gostar, poderá ser o programa “normal” (neste caso o pão será todo feito na máquina) ou então no programa “massa” que dura cerca de 1h30 (que foi o que eu utilizei.

Entretanto unte com margarina e polvilhe com farinha uma forma de bolo inglês.

Pré-aqueça o forno a cerca de 30º C.

No final do ciclo, retire a massa do pão para uma superficie enfarinhada, estenda-a com um rolo de cozinha dando-lhe a forma de um rectângulo largo.

Polvilhe com os pistachios.

 

Pão Chocolate1

 

Depois corte o rectângulo em tiras de igual tamanho.

 

Pão Chocolate2

 

Sobreponha as tiras umas por cima das outras.

 

Pão Chocolate3

 

Corte estas tiras em pedaços, cuja largura permita que se acomodem na forma de bolo inglês.

 

Pão Chocolate4

 

Coloque estes pedaços de massa com cuidado dentro da forma, encostando-os uns aos outros.

 

Pão Chocolate5

 

Coloque a massa no forno, tape com um pano de loiça e deixe-a ficar a levedar cerca de 1 hora.

Seja paciente, a massa vai insuflar.

 

Pão Chocolate6

 

Passado esse tempo, regule o forno para os 200º C e deixe o pão cozer durante cerca de 35/40 minutos, vigiando sempre.

Quando estiver cozido (deve produzir um som oco quando lhe bater com os nós dos dedos), retire-o para cima de uma rede de cozinha e deixe arrefecer.

 

Bom Apetite!

 

 

Pão Chocolate8

 
 

Nas fotos consta ainda um frasquinho de um delicioso Doce de Abóbora e Coco, uma gentil oferta da querida amiga Paula Vieira do blog ” Doce Mais ou Menos ” !

 

Pão Chocolate9

 
 
 

Fonte: “200 Receitas de Pão”

Share on Facebook

Veja também:

 

PANNACOTTA DE CHOCOLATE NEGRO E PISTACHIOS

27 Ago

Pannacotta e Pistachios6

 

Pannacotta de Chocolate Negro e Pistachios

 

Acomodem-se aqui no sofázinho junto a mim… aceitem um delicioso refresco e interiorizem que esta é uma publicação longa… 🙂

Parte das férias já lá vão… Já ficaram lá atrás, por paragens italianas ao sabor das músicas entoadas nas gôndolas baloiçantes do Grande Canal…

As férias foram passadas, este ano, em 5 cidades italianas que enorme prazer me deu conhecer, apesar dos habituais contratempos que sempre acontecem neste tipo de viagens…

Milão, Florença, Pisa, Sienna, Sirmionne, Veneza…

Um belo “tour” que culminou na majestosa Piazza de São Marcos na bela e romântica Veneza, plena de turistas de olhos arregalados perante uma cidade tão diferente de todas as outras…

Embora conheça outros países, esta foi uma grande viagem deste género. Dez dias completos de visitas, de passeio, de calor, de brincadeira, de alguns momentos por vezes menos agradáveis, mas com um saldo altamente positivo que me permitiu desmistificar opiniões, perceber mitos, conhecer a história, ver de perto o que vi nos filmes.

A capital da moda, Milão, fascinou por completo a minha Filipa ! Nem tanto a mim própria ! Se bela se apresenta com a sua imponente catedral que se ergue na praça do Duomo (a 3ª maior igreja do Mundo em estilo gótico) e que vale muito a pena visitar, não muito mais do que isso nos traz… griffes reconhecidas internacionalmente, preços exorbitantes não acessíveis para o comum dos mortais na sua galeria Vittorio Emanuele II, Milão é uma cidade como tantas outras…

 

Milão - Duomo

Milão – Duomo

 

Galeria Vittorio Emanuelle II

Galeria Vittorio Emanuelle II

 

 Já Florença me cativou pela sua arte renascentista, pelo esplendor dos seus monumentos, pela limpeza da cidade, pelas centenas de bicicletas que rodam numa cidade praticamente plana… eu poderia perfeitamente lá morar ! Nesta linda cidade podemos ver quase tudo o que há de melhor da arte feita nos tempos de Leonardo e Michelangelo.

 

Florença

Florença

 

Florença

Advinhem onde foi que fui comer um gelado !

À loja da Lindt ! São maravilhosos ! 🙂

 

Florenca1

 

Pisa !  Ah… a Torre… ! Tão grande… nunca pensei que fosse tão grande… tão linda, belíssimamente ladeada por outro monumento igualmente belo, mas que estava em obras. 🙁

 

Torre de Pisa

Torre de Pisa

 

Siena e o seu Duomo de construção românico-gótico, que se ergue na Piazza del Campo é uma cidade histórica de cortar a respiração… a fazer lembrar a nossa bela Óbidos ( não exactamente como ela ), mas o ambiente que lá se vive… linda ! Uma praça gigantesca a fazer lembrar uma arena, onde tem lugar uma corrida de cavalos anual (o Palio di Siena)  e onde se concentravam pessoas de várias raças e países.

 

Siena - Piazza del Campo

Siena – Piazza del Campo

Catedral de Siena
                                                                                                                      Catedral de Siena

Sirmionne é uma pérola junto ao Lago di Garda ! Perdida no tempo com um pequeno comércio local, Sirmionne é uma vila/cidade? que entra pelo lago dentro e que não nos permite continuar. Obriga-nos a voltar para trás e a contemplar segunda vez todos os seus tesouros… Ir lá foi uma dica de uma médica minha e ainda bem que a deu. É imperdível a quem vá a Itália.

 

Sirmione

Sirmione

 

Sirmione

Sirmione

 

Sirmione

Sirmione

 

Por fim a imponente Veneza… cidade que nos leva numa viagem no tempo e onde nos perdemos quando ouvimos entoar o som tão conhecido das suas lindas gôndolas… “Oh sole mioooooo” !  🙂

Cidade milenar, cravada nas águas do Gran Canal que penetra nos mais recônditos lugares e onde não entram carros, motas, bicicletas. Todos os percursos são feitos a pé, de mapa na mão ou em ligações de barco para outras ilhas da zona. A Piazza de San Marcos é o ponto chave da cidade e é sempre a indicação a seguir para quem se perder naquele puzzle de ruas.

 

Veneza

Veneza

 

Veneza

Veneza

 

Veneza

Veneza

 

A parte norte da cidade está bastante maltratada, devo confessar, com alguns edificios mesmo abandonados e degradados, mas a zona centro conserva ainda um especial encanto nos seus recantos labirinticos por onde a minha Filipa tão bem nos guiou… Ela foi, em Veneza, o nosso GPS mais do que perfeito…

 

Veneza

Veneza

 

Veneza

Veneza

 

Veneza

Veneza

 

Lojas de especial requinte, uma vez mais a fazerem brilhar os olhos da Filipa (já com os seus gostos bem vincados, pois então), mas as lojas que fizeram os meus olhos cintilar, foram as das máscaras… Não resisti a trazer de Veneza uma das recordações que tinha prometido a mim própria trazer se algum dia lá fosse: uma fabulosa máscara e uma sombrinha rendada em preto qual Dama de outros tempos…

 

Veneza

Veneza

 

Veneza

Veneza

 

Veneza

Veneza

 

No último dia, no dia de retornarmos, choveu… O tempo entristeceu-se pela nossa partida, chorava antecipadamente a nossa ausência e acompanhou-nos até ao aeroporto Marco Polo, onde parou, como que a desejar-nos um excelente regresso.

E assim foi, regressámos ao “lar, doce lar” onde ainda conservamos as belas memórias que trouxemos connosco.

 

Veneza

Veneza

 

Dama em Veneza

Dama em Veneza


 

Por agora, e no regresso de férias do Blog do Chocolate, uma deliciosa Pannacotta, que o tempo continua a pedir coisas frescas !

 

Pannacotta e Pistachios5

 

Ingredientes:

     

  • 400 gr. de natas
  • 300 gr. de leite meio gordo
  • 150 gr. de chocolate com 70% de cacau
  • 80 gr. de açúcar
  • 3 folhas de gelatina
  • pistachios moídos q.b.

 

Pannacotta e Pistachios4

 

Preparação:

 

Demolhe a gelatina em água fria.

Derreta o chocolate com as natas, o leite e o açúcar.

Retire do lume e junte as folhas de gelatina, mexendo para dissolvê-las.

Verta para as formas ou “verrines” onde irá servir e leve ao frio até ao dia seguinte.

Desenforme (se for o caso) e sirva com pistáchios moídos.

 Pannacotta e Pistachios2

 

E pronto !

De volta à habitual rotina, de volta à minha cozinha e de volta às vossas cozinhas…

É hora de ir retribuir os carinhosos comentários de quem, na minha ausência, os deixou na publicação anterior, do Gelado de Chocolate Negro.

Fá-lo-ei, como sempre fiz, por fases porque são muitas as cozinhas e são muitos os amigos. Como  não faz parte do meu perfil “picar o ponto”, logo preciso de algum tempo e concentração para vos ler, para apreciar as vossas iguarias e para pensar no que dizer e a quem dizer…

Já estou pois de saída para “tomar um cafezinho” em cada uma das vossas cozinhas, para espreitar as vossas traquinices e para dar 2 dedos de conversa convosco !

E, não esqueçam… de novo está a chegar mais um “Dia Um… Na Cozinha” em que participarei com o Brisa Maritima !

Fiquem atentos e até mais já ! 😉

 

Pannacotta e Pistachios1

Pannacotta e Pistachios3

 
 
 
 
 

Fonte: http://www.saboresdecanela.com/2011/08/panna-cotta-de-chocolate-com-pistacios.html

 
 
 
 
 

Share on Facebook

Veja também: